Haxixe em Lisboa? Não, só mesmo louro

haxixe

Quem já passeou pela baixa de Lisboa sabe que existem abordagens de várias pessoas. E é impossível ficar indiferente a estas pessoas, que são prováveis traficantes de droga a tentar vender haxixe.

Bom haxixe é o que eles dizem para tentar vender e para enganar os mais tolos e desesperados.

No fundo, o haxixe da baixa lisboeta é nada mais nada menos que louro prensado.

Esta rede de traficantes, ou melhor, esta falsa rede de traficantes de droga aborda todo o tipo de pessoas, essencialmente turistas.

E sabem porque quanto é que estes homens de negócios vendem uma ‘bolota de haxixe’? Por cerca de 70 euros! Ah pois, ainda por cima não são de fazer preços baratos. Mas vá, eles têm uma coisa boa…podem sempre regatear com eles. Pode ser que façam um bom negócio.

“Uma parte dos produtos vendidos na baixa de Lisboa como sendo haxixe, não é haxixe. É louro prensado e não consubstancia uma prática criminal”. Sabem o que acontece com isto? Que a polícia portuguesa não pode fazer nada pois não tem legitimidade para proceder a detenções, embora reconheça que tem influência no sentimento de segurança local.

“É um problema que se arrasta há cerca de três, quatro anos”, dizem alguns comerciantes da Rua Augusta, uma das principais ruas da cidade lisboeta.

Ao que parece os criminosos do louro “estão cada vez mais descarados, seguem os turistas forçando-os a comprar o que dizem ser droga“, contou um dos comerciantes. Tudo isto, claro, que cria “uma imagem negativa da cidade, que prejudica o comércio local”.

Bom, os comerciantes não gostam do que vêem mas os traficantes do louro curtem muito do negócio que andam a fazer com os turistas que visitam da cidade.

Já sabem se quiserem comprar uma ‘bolota de haxixe’…ai desculpem, uma ‘bolota de louro’ vão dar um passeio pelas ruas da baixa de Lisboa e vão com um ar de turistas que vão ser logo abordados.

Unknown source

 

Leave a reply